Laptop de 100 dólares ganha aplicativos brasileiros

Há vários projetos de desenvolvimento no Brasil e você também pode colaborar.

O projeto One Laptop per Child, promovido por Nicholas Negroponte, do MIT, já está perto de apresentar seu notebook educacional de baixo custo. Os brasileiros vêm colaborando com o desenvolvimento de aplicativos. Dentre os projetos-piloto espalhados pelo mundo, o Núcleo de Aprendizagem, Trabalho e Entretenimento do Laboratório de Sistemas Integráveis da USP (NATE-LSI) coordena um na escola municipal Ernani Silva Bruno, no bairro de Taipas, em São Paulo. Eles também estão envolvidos no desenvolvimento de software:


Os aplicativos empregam a licença GPL e são basicamente desenvolvidos em Python/GTK. Qualquer programador pode contribuir com o projeto, segundo Alexandre Martinazzo, da USP. Um dos caminhos é aderir ao programa oficial de desenvolvedores da OLPC. Vale ressaltar que desenvolvedores oficialmente aprovados ganham um laptop se houver disponibilidade.

O projeto da OLPC concede a possibilidade de aprender interagindo, algo diferente do modelo tradicional de ensino. Uma das características que chamam atenção é a rede mesh, onde cada laptop é um nó e a conexão é compartilhada entre os nós (o sistema é compatível com o padrão IEE 802.11s).

O hardware está pronto e as especificações podem ser vistas no site do projeto. O preço já passou bastante dos 100 dólares estimados inicialmente. Mas a configuração é boa, com webcam integrada e rede sem fio. O sistema operacional é o Fedora Core 6 e há o foco em cinco linguagens para o desenvolvimento de software. São elas: Python, Javascript, Csound, Squek (Smalltalk) e Logo. Java e Flash também fazem parte do time. Sugar é a interface de usuário. Para ver o último build estável (build 542) você pode utilizar o sugar-jhbuild para instalar em seu Linux.

One thought on “Laptop de 100 dólares ganha aplicativos brasileiros”

  1. Muito interessante esse projeto da OLPC, mais interessante saber é que já tem brasileiro desenvolvendo um projeto pedagógico para a mulecada não ficar o dia todo em orkut e sala de bate papo.

Deixe uma resposta