Conversas codificadas

Enquanto foge do monitoramento, o hacker Nadim Kobeissi mantém um programa de bate-papo com proteção contra a censura digital

cryptocat

Nadim Kobeissi é um universitário libanês de 23 anos que vive em Montreal, no Canadá. E apesar de sua aparência inofensiva, ele é considerado perigoso pelo Governo dos Estados Unidos. Hacker especializado em segurança digital, Kobeissi atraiu a atenção das autoridades quando colocou no ar uma cópia do WikiLeaks durante o período de proibição do site, em 2011. Desde então, foi investigado serviço secreto canadense, encontrou falhas de privacidade no Windows 8 e, sempre que pisa em um aeroporto, é obrigado a responder interrogatórios. Por essa rotina pouco comum, a defesa da privacidade online virou o assunto preferido de Kobeissi e o programa de bate-papo Cryptocat, que cria conexões seguras para trocas de mensagens e dificulta qualquer forma de bisbilhotagem, é sua maneira de dizer ao mundo que os dados que publicamos na internet não estão seguros. A seguir, Kobeissi fala mais sobre o projeto.

Continuar lendo Conversas codificadas